Tecnologias de Controle Climático se Espalham pelo Mundo

Atualizado: Jan 3


Descrição da metodologia da tecnologia utilizada para fazer chover no Deserto do Saara de forma artificial.


Alheios ao conhecimento da sociedade, cresce o uso das tecnologias para influência climática. Um dos usos mais clássicos, que já tem sido estudado há muitas décadas, é a capacidade de criação de nuvens de tempestades pela atuação de íons livres na atmosfera.

Em Abu Dhabi, cientistas afirmam agora ter criado mais de 50 tempestades artificiais a partir de um céu limpo. E tudo isso ao longo de 10 anos. Segundo a Arabian Business, as tempestades faziam parte de um projeto secreto, apoiado pela Suíça, encomendado pelo xeique Khalifa bin Zayed Al Nahyan, presidente dos Emirados Árabes Unidos e líder de Abu Dhabi. Chamado de “Weathertec”, o projeto climático – estimado em US $ 31 milhões – utilizou ionizadores que se assemelham a abajures gigantes para gerar campos de partículas carregadas negativamente, que criam formação de nuvens, em toda a região do Al Ain, informou o Telegraph.

Em 52 dias ao longo de Julho e Agosto de 2016 choveu na região, mesmo sem nenhuma previsão dos meteorologistas. Embora fascinante, esta não é a primeira vez que os cientistas tentam influenciar com os ciclos da Natureza. A China vem trabalhando com a plantação de nuvens há anos, na tentativa de reduzir seu gravíssimo problema de poluição atmosférica. Muitos outros experimentos com tecnologias de controle climático já foram, e têm sido, utilizados pro alguns países do mundo.

A idéia de que o Oriente Médio e outras regiões desérticas poderiam realmente ser capaz de criar chuva tem possibilidades incríveis para resolver grandes problemas decorrentes da seca. No entanto, as consequências da intromissão com a natureza neste nível ainda não foram estimadas. Estamos influenciando um equilíbrio construído em bilhões de anos.


TECNOLOGIAS DE CONTROLE CLIMÁTICO SE ESPALHAM PELO MUNDO

Atualmente existem no mundo ao menos 13 bases apelidadas de HAARP – High Frequency Active Auroral Research Program “Programa de Investigação de Aurora Ativa de Alta Frequência”. Este programa começou a funcionar em 1993, no Alasca (Estados Unidos) o HAARP, e se trata, oficialmente, de um projeto de estudos sobre a ionosfera terrestre. Sua justificativa é compreender melhor o funcionamento das transmissões de ondas de rádio na faixa da ionosfera, parte superior da atmosfera.


The High Frequency Active Auroral Research Program site, Gakona, Alaska, is pictured with Mount Wrangell in the background. U.S. Air Force photograph


Segundo comunicados oficiais, o objetivo é ampliar o conhecimento sobre as propriedades físicas e elétricas da ionosfera terrestre. Com isso, seria possível melhorar o funcionamento de vários sistemas de comunicação e navegação, tanto civis quanto militares (o que gera desconfiança em grande parte dos conhecedores do HAARP). Porém, centenas de cientistas e pesquisadores afirmam que sua utilização influencia diretamente as condições climáticas, podemos intensificar fenômenos naturais e alterar os padrões naturais da natureza. Além disso, a relação dessas bases com órgãos militares amplia a obscuridade em relação aos reais motivos de sua existência.

Veja abaixo a reportagem da TV Record sobre o assunto (única emissora da grande mídia a abordar o tema):


Para realizar estes estudos, as antenas de alta frequência do HAARP enviam ondas para a ionosfera visando a aquecê-la. Assim são estudados os efeitos das mais diversas interações de temperaturas e condições de pressão.

-> Para Saber mais sobre o funcionamento do HAARP no link do TECMUNDO: HAARP: o projeto militar dos EUA que pode ser uma arma geofísica

Veja abaixo o Mapa mundial das bases HAARP no mundo:


Agora assista ao vídeo abaixo que mostra pelo Google Earth a localização de cada uma delas:


A Realidade que nos ocultam

Muitas coisas estão correndo em nosso mundo e não está sendo transmitida a população. As tecnologias para “controle” climático já é uma realidade, bastando uma breve investigação sobre o assunto para encontrar infinitas evidências e referências das mais variadas sobre o assunto.


Aspecto atmosférico demonstra a influência nos padrões de nuvens após a utilização do HAARP. Foto de 17 de marçõ 2017.


É preciso ter consciências que estamos adentrando em uma era onde o Poder do Homem deverá ser redirecionado para favorecer o equilíbrio da vida, caso contrário não poderá haver futuro. Se continuar desta forma, a humanidade entrará em colapso em algumas dezenas de anos.

A manipulação de consciências é algo tão grave quanto as tecnologias de controle climático que vemos emergir no mundo. Devemos nos informar para contribuir com o despertar das consciências expondo as evidências ocultas. Apenas unidos, em rede, poderemos retomar a consciência global para o caminho de Paz e Cooperação.

Lembre-se que acima do livre-arbítrio do Homem, está o equilíbrio da vida. O planeta é um ser vivo e irá agir caso o câncer se torne incurável pelos tratamentos paliativos. Veja mais sobre o propósito da atuação do Homem no Mundo, no post: “Qual o papel do Ser Humano no planeta?

#planeta #livrearbitrio #despertar #impacto #consciência #tecnologia #eradeaquarius #futuro #vida #karma

0 comentário
 
Fabiano Porto 2019 - Copy - Copy (2).jpg

Fabiano Porto

Jornalista cofundador do Instituto Regeneração Global e movido a compartilhar as evidências da transição planetária e a nova consciência de regeneração.

Profissionais do Autoconhecimento

Conheça ferramentas e técnicas oferecidas por profissionais da saúde mental e espiritual para autoconhecimento e expansão da consciência. 

Navegue pelas Categorias

©2021 by Jornalistas da Nova Era.