OS ÁPICES DAS TRANSFORMAÇÕES PROFUNDAS QUE VIVEREMOS



A nossa história como civilização indica que as grandes transformação são formados por "ápices", ou seja, fatos em um pequeno período de tempo, em um local específico, que definem o futuro.


Batalha de Waterloo, Normandia, atentados de 11 de setembro, Pearl harbor, Chernobyl, são alguns exemplos de acontecimentos que se sucederam em pouco tempo e definiram o futuro de populações inteiras e até da história do mundo...é como escolher a direção em uma encruzilhada, são caminhos diferentes, que nunca se encontrarão.


Acredito que até 2030 iremos vivenciar a década da definição do caminho de regeneração ou auto-destruição. E neste período, devem aumentar a frequencia destes "acontecimentos-chave", incluindo nisso tudo acontecimentos climáticos que irão se intensificar, pois já cruzamos "linhas vermelhas" em relação a indicadores ambientais que agora teremos que lidar com as consequências.


Devido a grande pressão econômica e social que serão provocados por esses fenômenos climáticos, a agenda ambiental oferece uma bela oportunidade de superarmos diferenças em nações e agirmos com propósitos coletivos. O empenho e engajamento das empresas e do mercado financeiro por soluções e sistemas mais sustentáveis serão decisivos nesta transição.


Estamos colhendo o que plantamos com séculos de desenvolvimento nocivo e prejudicial à vida, mas ainda há tempo para a regeneração. As soluções essenciais já existem ou podem ser desenvolvidas se houver real interesse.


Sinto que a missão coletiva desses tempos de transição é ajudar na construção deste futuro desejável de cooperação, fraternidade e desenvolvimento regenerativo, sem se abster dos posicionamentos e retóricas, em palavras e ideias, jamais em armas e ameaças. Se começarmos essa construção pela nossa própria consciência, buscando a autopercepção, depois expandir para nossas famílias, amigos, trabalho consequentemente, estaremos influenciando uma mudança gradual na sociedade. Todos estamos conectados e influenciando o futuro com nossas decisões.


Passo a passo podemos construir uma sociedade onde a cooperação, os valores e direitos humanos são premissas básicas de qualquer relação, seja entre pessoas, empresas ou governos. Sem heroísmo nem mártires. Dia a dia. Tijolo por tijolo. Superando os desafios que virão com coragem e determinação.


Já que o "sistema" é muito grande e complexo para ser mudado abruptamente sem causar ainda mais sofrimento social, sigamos no caminho da Natureza e nas lições da Permacultura com as "soluções pequenas e lentas". O nosso desafio global da transição está apenas começando. Gratidão pela honra de transmitir esta mensagem à você =) Preserve sua paz. Dedique sua energia apenas onde sementes podem florescer.

"Não é que o mundo esta pior, é a luz que está mais intensa e permite ver onde antes estava oculto"

🌎


--- por @jornalistadanovaera em 09.set 22h36

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
 
Fabiano Porto 2019 - Copy - Copy (2).jpg

Fabiano Porto

Jornalista cofundador do Instituto Regeneração Global e movido a compartilhar as evidências da transição planetária e a nova consciência de regeneração.

Profissionais do Autoconhecimento

Conheça ferramentas e técnicas oferecidas por profissionais da saúde mental e espiritual para autoconhecimento e expansão da consciência. 

Navegue pelas Categorias