O próximo passo após o Impeachment

Atualizado: Jan 3


Como jornalista, me sinto no dever de emitir minha opinião sobre os fatos histórico que vivemos. Lamento termos chegado a esse momento extremo em nosso país, mas agora precisamos enfrentar a situação.

Sobre o julgamento, já sabíamos o resultado. Mas apreciei (e me surpreendi) com a decisão dos senadores de não punirem a vida política de Dilma. Provavelmente, por saberem que estariam sendo injustos, foi proposto essa dissociação inédita na Lei entre o impeachment e ilegibilidade.

Acima de aplausos ou julgamentos ao cenário que se revela, credito fortemente que esse fato pode trazer grandiosos benefícios para o futuro do nosso país.

E todos eles vêm da mesma fonte: a maturidade política da nossa sociedade. Há menos de 2 anos, sequer sabíamos o funcionamento da Câmara e Senado. Atualmente, o tema político invadiu morros e mansões, e hoje se discute até os detalhes e melindres da vida política. Agora as pessoas tem muito mais conhecimento, ou no mínimo, entusiasmo ao falar de política.

Estamos vigilantes, atuantes, opinativos. Encaramos nossos políticos de outra forma. A cultura esta mudando. Estamos fartos de tanto “jeitinho” e acordos deletérios ao apagar das luzes.

Queremos transparência, valores morais e compromisso com a justiça social neste mundo de acúmulos de riquezas e domínio do capital.

Agora, acredito que se cada um de nós conseguir se manter íntegro moralmente, e acima da violência verbal, do sarcasmo e da ironia, e conduzir essas forças opostas com respeito e ética, não tenho dúvidas: vamos nos orgulhar do futuro do nosso país.

Desde a crise de 2008, nos aproximamos do ápice do sistema capitalismo financeiro, onde poucos detém cada vez mais e ditam as regras. Com essa alteração de Poder nacional, estamos agora na mira das corporações e interesses privados. Já está acontecendo, basta investigar. Em essência, isso não é negativo, mas é preciso haver equilíbrio, que não se mostra em frases como “Vamos privatizar tudo na medida do possível”, proferida por Michel Temer.

Desta forma, essa maturidade política vem no momento perfeito. Precisaremos dela para garantirmos um país de predomínio da mentalidade pública e social e coletiva, e não privada, capital e individual. Vamos provar que #oGiganteAcordou.

Vamos em frente em busca das soluções! As mudanças estão apenas começando, e não serão apenas na política e economia. Verdadeira revolução do nosso tempo é interior, da consciência.

Esta na hora de sermos a mudança que queremos ver no mundo.

Faça a a sua parte. Nunca foi tão importante termos respeito e maturidade como sociedade e uns com os outros. Que estejamos unidos em nossas diferenças!

0 comentário
 
Fabiano Porto 2019 - Copy - Copy (2).jpg

Fabiano Porto

Jornalista cofundador do Instituto Regeneração Global e movido a compartilhar as evidências da transição planetária e a nova consciência de regeneração.

Profissionais do Autoconhecimento

Conheça ferramentas e técnicas oferecidas por profissionais da saúde mental e espiritual para autoconhecimento e expansão da consciência. 

Navegue pelas Categorias

©2021 by Jornalistas da Nova Era.