Marcha de imigrantes ao EUA e os sinais da falência do sistema global

13 de outubro de 2018: Como um ato desesperado, 4.000 pessoas de Honduras saem em marcha rumo ao EUA em busca de uma vida melhor.

Hoje já superaram a Guatemala, estão no México e somam mais de 2.000 pessoas. São centenas de famílias completas, com crianças, várias ainda de colo, avós e até animais de estimação.

Mas o Trump, que prometeu construir um muro nesta fronteira e separou mais de 2.500 filhos de seus pais que estavam ilegais no país, já afirmou que não irá tolerar. E, caso o México não resolva, irá impor sanções e retirar investimentos para ajuda humanitárias no país.

———–

Por mais terrível que seja, estes é apenas mais um dos incontáveis eventos extremos que estão ocorrendo no mundo…humanitários, econômicos ambientais…

Após mais de 100 anos sob domínio do sistema atual está ficando evidente que em breve chegará o tempo do Ápice, onde o sistema deverá se reformado/atualizado para continuar a existir a evolução em sociedade.

Foi assim em toda a nossa história desde o Mercantilismo e a queda do domínio dos Reis, no sistema conhecido como Feudalismo. No auge é criado um fator que destruí o antigo e acaba gerando um novo sistema.

A dor, o sofrimento e a angústia destes tempos são gigantescos. Mas também são os tempos de maiores oportunidades de crescimento e de expressão do Amor. Ver o Grande no pequeno.

Extraordinário período em que podemos dar “saltos” de evolução com criatividade, cooperação, tecnologia e foco em soluções altruístas.

A necessidade de propósito e significado interior que cada dia mais pessoas buscam, está transformando o comportamento social e conduzindo para um o futuro com novos tipos de referências, mais universalista e “circular”.

Esta eminente “Transição Planetária” pode ser interpretada e percebida de muitas formas. Uma delas pode ser compreendida na afirmação comprovada por indicadores globais: “A cada dia, menos pessoas possuem mais, e mais pessoas possuem menos.” Hoje, 8 pessoas já possuem, juntas, mais dinheiro que metade mais pobre do mundo, que representam mais de 4 BILHÕES de pessoas.

É evidente que este movimento de concentração de renda crescente não é sustentável como sistema global, pois a dívida se torna infinita e a força se torna a única maneira de continuar, como bem mostra no romance “1984”, obra que inspirou o reality “Big Brother”)

A falência global, de países, empresas e instituições já está ocorrendo e já era previsto pelos criadores da base do sistema financeiro norte-americano, que hoje rege o sistema global (interessante “dar um Google” sobre “Reservas fracionadas”, modelo para emissão/criação do Dollar pelo FED, e o funcionamento do topo da pirâmide financeira global: BIS – Bank for International Settlements, o “Banco Central, dos Bancos Centrais”)

Neste momento vivemos os prenúncios de um tempo de profundas transformações. São muitas evidências que apontam para este cenário de transição. Tudo está chegando em seu Ápice, decisões históricas acontecendo a todo instante. Como apenas algumas, podemos citar a Coreia do Norte, Brexit da Inglaterra, guerra comercial EUA X China, realidade sem precedentes de refugiados e guerras que estão beirando o holocausto (vide Iêmen) …

Porém, apesar das complexidades que a realidade se apresenta, ao fim, tudo se resume a uma única escolha individual que teremos que fazer. E ela se tornará a escolha coletiva de qual caminho iremos seguir como humanidade:

– O caminho do “Amor a si”, da autopreservação e do benefício próprio (pensamento “bunker”, clima de medo e sentimento de escassez – fazer estoques que uma hora acabam…Perceba a influência dos noticiários para este caminho…)

– O caminho do “Amor aos outros”, da confiança mútua e o beneficio coletivo (pensamento “ecovila”, promove laços humanos, cooperação e senso de união)

E, agora, a escolha pelo olhar de Trump diante da marcha de refugiados: Abrir as portas de um rico país para receber famílias desesperadas à beira da morte. Ou não se comprometer com a questão, até para não abrir precedente para mais famílias de outros países, venham também.

Tudo ocorre sob nossos olhos. O chamado é para ação. Nestes tempos, nada é mais importante que a iniciativa e a coragem de romper padrões e propor novos modelos e soluções.

Seguir a Intuição e a Voz do coração. Como disse Steve Jobs, “a intuição e a voz do coração, de alguma forma, já sabem o que você realmente quer se tornar. Tudo o mais é secundário”

#FéNaHumanidade #RegeneraçãoGlobal

#planeta #vibracao #livrearbitrio #modernidade #universo #sustentabilidade #despertar #amor #meioambiente #transformação #consciência #espiritualidade #novaera #manifestação #fé #energia #futuro #sistema #recursosnaturais #sabedoria #autoconhecimento #karma #transiçãoplanetária #vozdocoração

0 comentário
 
Fabiano Porto 2019 - Copy - Copy (2).jpg

Fabiano Porto

Jornalista cofundador do Instituto Regeneração Global e movido a compartilhar as evidências da transição planetária e a nova consciência de regeneração.

Profissionais do Autoconhecimento

Conheça ferramentas e técnicas oferecidas por profissionais da saúde mental e espiritual para autoconhecimento e expansão da consciência. 

Navegue pelas Categorias

©2021 by Jornalistas da Nova Era.