A produção de Alimentos deve gerar vida, e não morte

Atualizado: Jan 3

É preciso estudar, investigar e ter consciência maior sobre a extensão e profundidade das consequências nos múltiplos ciclos naturais pelo uso de tantos agrotóxicos e seus elementos químicos em nossa produção alimentícia. Pelo ar, pela água, pelo solo…tudo está sendo contaminado e estamos sobrecarregando o meio ambiente com químicos nocivos.

A chamada “Revolução Verde” trouxe o maquinário pesado, a monocultura e as “leis do mercado” que fez sucumbir o alimento criado de forma distribuída, pelo carinho e zêlo de familias dedicadas à terra. Mil famílias produzem tanto quando uma fazenda.

Quando quem planta são as pessoas e não as máquinas, todo alimento tem origem e significado.

Com toda evolução que temos, será mesmo que não podemos plantar sem matar nem destruir os ciclos naturais?

Alimento deve ser sinônimo de vida, e não de morte. Busquemos aplicar as soluções que podem nos levar a uma nova relação com nossos alimentos de todo dia!

Apoie a produção agroecológica de alimentos! Compre e incentive produtos orgânicos sempre que puder. Apenas com a mudança do consumo é possível mudar a produção!

A mudança de hábitos e cultura é a parte mais importante e desafiadora para uma Terra de Regeneração se tornar realidade.

0 comentário
 
Fabiano Porto 2019 - Copy - Copy (2).jpg

Fabiano Porto

Jornalista cofundador do Instituto Regeneração Global e movido a compartilhar as evidências da transição planetária e a nova consciência de regeneração.

Profissionais do Autoconhecimento

Conheça ferramentas e técnicas oferecidas por profissionais da saúde mental e espiritual para autoconhecimento e expansão da consciência. 

Navegue pelas Categorias